Softbol

.

.

.

SOFTBOL FEMININO 2009

Um novo começo…

Em 2009 o BSUFSCAR escreve mais uma página na história do time. Com a criação do primeiro Campeonato Brasileiro de Beisebol e Softbol Universitário, as garotas numa demonstração de força, garra e vontade de representar a federal, conseguiram orgulhosamente montar o primeiro time de SOFTBOL FEMININO. A espera foi grande, 5 anos se passaram e finalmente o sonho foi concretizado.
Seguindo as orientações do treinador Alexandre Sakagushi (Gambá), de alguns ajudantes e com a indispensável ajuda da jogadora Joice Motezuki na organização de tudo, as garotas mostrando um comprometimento muito grande com o time começaram a treinar com uma determinação invejável, digno de seleção. Embora fosse recém formado, o time contava com jogadoras de alto nível técnico e já dava ares de um grande time.
No seu primeiro ano de existência foram disputados o Intersoft e CBBSU. Este último, tão emocionante quanto um jogo profissional. Durante a primeira fase do torneio a Federal apresentava um softbol bonito, derrotando vários times e esboçando uma caminhada rumo a grande final. Um resultado e tanto já que o time tinha apenas alguns meses de existência e nenhum treino com todas as jogadoras. Após passar pela fase eliminatória veio a grande decisão – UFSCAR x MED. PINHEIROS. Um jogo eletrizante, extremamente tenso, recheado de jogadas espetaculares com uma pitada de ansiedade, muita raça e determinação. No último inning, com o jogo empatado, Pinheiros coloca um corredor na terceira base. Numa brilhante atuação da Pitcher Camila M. Oguiura Silva (NEGA) que eliminou por strike out duas rebatedoras, a Federal tinha a chance de levar a partida para a prorrogação. Com 2 strikes e nenhuma bola, faltando um arremesso para decidir o desfecho da partida a UFSCAR comete um erro que dá a oportunidade da corredora adversária avançar e marcar assim o ponto que consagrou a Med. Pinheiros campeã por 5×4.
Foi uma pena muito grande não termos levado o caneco. Mas com um resultado assim em tais condições no primeiro ano de criação, vocês já podem imaginar do que essas garotas são capazes. Um time que se reune, incentivam uns aos outros, acreditam sempre, se esforçam e treinam,  com um espírito de equipe presente em poucos e invejado por muitos.

Palavras do treinador -  Alexandre Sakaguchi


JOICE (2) JOICE: “Sempre feliz com cada passo que o time dá. Uma GUERREIRA, afinal jogou o CBBSU inteiro com problema na coluna e mesmo sentindo dor, se mostrando forte pra não afetar as demais jogadoras,  correu atrás do time e está aí o resultado de todo seu esforço…Para  mim sem duvidas o melhor time do brasil com a melhor defensora interna.”

BIANCABIANCA: “Nesse torneio pude perceber o quanto você faz parte da família, mesmo não acompanhando os treinos mostrou a todos que toda aquela competitividade fica de lado quando se trata de manter a união da equipe (que pra mim é o mais importante). Sempre jogou de sado pra gente e precisamos de você no fundo, resultado: melhor jogadora externa do torneio.”

YUMÃO2

YUMÃO: “Guerreira desde o intersoft. “Encerrou” sua participação no time com chave de ouro. Superou a dor e calou todos aqueles que pensavam que você era pipoqueira.”

.

.

.

.

.

.

CAMILA

NEGA: “Mostrou que não há diferenças entre jogar na seleção ou em time universitário, que sua determinação e raça dada ao time é a mesma e quando assinei sua camiseta, realmente fiquei sem palavras pra dizer oque você representa no time, não só como jogadora, mas como amiga. Não é a toa que você é a melhor arremessadora e melhor jogadora do torneio. Fez por merecer. Nunca me esquecerei daqueles últimos arremessos em que você dava sanshin nas meninas e junto com o time comemorava cada out como se fosse um título.”

CASSCASS:  “Disparado nossa melhor rebatedora e empurradora de carreiras. Confesso que senti sua falta nos treinos após o meio do ano e acredito que seja a única jogadora das que jogaram esse ano que não estará jogando no ano que vem. Saiba que sempre será lembrada como uma forte batedora e que corre MUUUUUITO.”

MIDORI

MIDORI: “Primeiramente inseriu de vez o Ramelão na família, que até então não ia treinar e só aparecia quando você estava presente. Agora como jogadora, está sempre rebatendo e defendendo muito não tenho do que me queixar nunca.”

.

BIA BIA: “Sempre sobram as piores e mais difíceis condições de jogo em suas mãos, e se dá bem em todas. Peça fundamental para renovação do time. Trouxe muitas alegrias pro time e tem muito mais a trazer. É uma jogadora que eu posso confiar para cuidar desse time mais pra frente.”

.

.

MIHAMIHA: “Gênio forte, jogadora que nunca desiste. Lembra do que eu cobrei de você após o Intersoft? Sobre sua fraqueza psicológica?!?!?! Superou com certeza. Acredito que foi a jogadora que eu mais chamei a atenção durante os treinos e jogos mas valeu muito a pena. Pro CBBSU fez jogadas que me surpreenderam demais. Tem muito tempo  de time ainda e se tornará uma jogadora que comandará essa safra que virá em 2010, 2011, 2012…. PS: adorei seu peixinho no sábado. =) “

ALYNE (2)ALYNE: “Sinceramente eu nunca tinha visto em 15 anos de beisebol uma menina que aprendesse tão rapido a jogar. Joga muito, e faremos de você a melhor jogadora que começou na faculdade.”

.

.

.

.

MARIMARI: “Junto com o time até o fim, sacrificando seus compromissos pra estar ao lado do time. Você acha que não, mas todos repararam o quanto você melhorou como jogadora e ainda tem mais para melhorar. Se esforça em cada jogada sabendo de suas limitações tentando sempre superá-las. Isso faz de você uma excelente jogadora.”

.

.

.

.

HANNahHANNAH: “Com aulas de fim de semana, não pode aparecer muito nos torneios, mas me surpreendeu aparecendo no bom retiro. Foi demais poder contar com você pra esse último jogo. Sua presença dentro e fora de campo contagia as demais jogadoras. Você mesma me disse que ainda não estava preparada pra jogar mas sei que com toda a sua determinação estará rapidinho. Aí não terá desculpas pra não jogar.”

.

.

PIKAPICA: “Não pode ir na fase final, mas mostrou que tem totais condições de jogar os jogos mais difíceis com muita competência. Vejo dentro de você, que faria qualquer coisa pela federal. Conto com essa vontade pra trazer mais alegrias ao time.”

.

.

.

.

.

ANINHAANINHA: “Mesmo não participando do torneio por motivos mais que compreensíveis, faz parte da família e sempre está ajudando o time de qualquer forma, principalmente com seus treinos fisicos e ajudas nas inscrições, locação de ônibus, tomando cuidado com as finanças. Foi uma pena você não poder estar conosco nesse torneio, mas sei que todos agradecem cada feito seu.”

JUJU: “Cursos, cursos e mais cursos. Infelizmente o softbol não é a prioridade de ninguém, e nem deve ser. Sabíamos que você estaria ocupada nesse semestre e assim como a Aninha e a Cíntia tem uma medalha te esperando. =)”

.

.

CINTIACINTIA: “”Minha eterna amiga secreta….. hehehe….. Acompanhou o time de longe e no momento em que passavamos mais dificuldades  apareceu e nos ajudou a arrecadar dinheiro pra compra de materiais. Mesmo não podendo mais treinar com o time ajudou pra que este não fosse a falência. Meus sinceros agradecimentos não só por isso mas por tudo que já fez e fará pelo time.”

.

Ficam aqui as palavras de admiração e respeito por essa seleção, esse time formado por jogadoras de fibra, pura raça e amor ao esporte. Que os próximos anos de Softbol da Federal sejam cada vez mais prósperos, cheio de ótimos resultados, muitos títulos e novas garotas. PARABÉNS!!!!! Parabéns por toda a luta, parabéns pelas conquistas e toda a dedicação. E que esses momentos que cada um passa aqui virem histórias e sejam contadas para filhos e netos.

De toda a família federal, do Beisebol e admiradores/as.

UFSCAR SOFTBOL

SOFTBOL 2009………..